sexta-feira, 29 de julho de 2011

Julgamento e Inteligência Emocional é uma parceria impossível.

Um dos maiores obstáculos para desenvolvermos a Inteligência Emocional (em poucas palavras, IE é o uso inteligente de nossas emoções) reside na nossa tendência em julgar tudo que vemos. O julgamento é o grande inimigo da percepção, e seu veredicto é a incompreensão.
O principal quisito para desenvolver a IE é ter uma atitude de aceitação incondicional de si mesmo e dos outros.  Aceitar incondicionalmente a si mesmo e aos outros, não significa ser obrigado a gostar de algo ou alguém, e muito menos submeter-se a qualquer situação. 

Aceitar incondicionalmente significa "respeitar" a tudo, pois não há outra forma de conseguirmos ver as coisas se não as aceitarmos, respeitando-as como são.


Se nosso primeiro passo é sempre o de levar as nossas percepções através da peneira do julgamento, classificando algo ou alguém como digno de aprovação ou reprovação, isto fechará a nossa mente para tudo que for diferente daquilo que julgamos "certo".


Além disso, se nossa tendência em julgar tudo for aparente, os outros ficarão com medo de nosso julgamento e se esconderão, impedindo que tenhamos qualquer acesso aos sentimentos deles.

Uma mente aberta é fundamental para aprendermos e para desenvolvermos a nossa Inteligência Emocional, pois ela precisa, acima de tudo, enxergar as coisas como são, tanto dentro de nós quanto como se expressam nos outros.

- by Dalton Cortucci

Leve para sua empresa ou instituição uma de nossas palestras ou workshops sobre Inteligência Emocional, Eneagrama e Coaching.

.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...