sábado, 16 de abril de 2011

Seu ambiente é o seu reflexo.

É bem possível que você esteja rodeado de amigos, conhecidos, parentes, e que nunca lhe falte interlocutores. É bem possível que com muitos deles você se sinta à vontade.

Isso nada mais é do que o resultado do ambiente que você criou. Esse ambiente reage a você e você a ele.
Como com qualquer pessoa, esse ambiente que você criou obedece a uma espécie de protocolo de comunicação. Com alguns você conversa determinados assuntos, com outros o assunto muda, enfim, dependendo do seu interlocutor e do nível de intimidade as coisas fluem de uma forma ou de outra.

Contudo, talvez você nunca tenha percebido, mas dentro desse ambiente há um risco: o da "previsibilidade".

Em outras palavras, como você e o seu ambiente reagem segundo um  padrão, os níveis de compreensão, as idéias, a forma de agir, sempre operam dentro uma certa previsibilidade. Esse padrão poderá inibir novos assuntos, novos pensamentos, novas abordagens e até novos relacionamentos.

Agora pare e avalie se não seria saudável ter também contato com pessoas fora dessa previsibilidade. Pessoas que pensem diferente, pessoas não tão envolvidas com seus problemas, pessoas que não tenham expectativas de seu comportamento ou de suas idéias. Pessoas que, de alguma forma, pudessem estimular em você um esforço para observar e avaliar as coisas, talvez até as mesmas coisas de sempre, mas sob um outro ponto de vista.

Travar contato com pessoas novas - de fora de seu ambiente - pode significar novas idéias, novos caminhos e novas oportunidades. É bem possível que relacionando-se com pessoas novas você encontre a dica que procura para resolver um problema, para atingir uma meta, para tomar uma decisão, para compreender coisas que, até então, sua visão condicionada pelo ambiente lhe impedia de ver.

Isso é o que observo nitidamente em nossos workshops: as pessoas encontram-se de uma certa forma viciadas num padrão, o que lhes impede de conhecerem seus potenciais e habilidades, através dos quais poderiam promover significativas mudanças em suas vidas.

Estabeleça novas relações sem se preocupar qual será o patamar que elas alcançarão no futuro. Procure variar seus interlocutores, de forma que novos assuntos possam fazer parte de sua avaliação diária sobre sua vida e sobre seus objetivos. Essa atitude demonstra a si mesmo o quanto você se tem em consideração e o quanto você deseja ser melhor.

Para isso basta experimentar, pois nada funciona na teoria. 


by Dalton Cortucci.



Leve para sua empresa ou instituição uma de nossas palestras ou workshops sobre Inteligência Emocional, Eneagrama e Coaching.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...